pAsSado LoUco

Quando paramos pra pensar no passado ficamos loucos né!?

É aquele caso clichê, poderia ter feito tudo diferente…

Mas caro amigo sinto-lhe informar, não pode! conforme e ligue o fod*-se – É um saco eu sei, a vida não ter aqueles botaizinhos do netflix de pausa, avanço e volta – Que cá entre nós, o meu estaria bem desgastado. – Conforme com isso também – Sou do tipo que arrependo de ir ao banheiro. Me questiono; será que deveria ter ido!? talvez perdi algo importante na aula de Freud, ai meu Deus! – Mentira! nem estudo isso – Tá, tá, exagerei, não sou tão assim neurótico.

Enfim, voltando ao que interessa… ou não, se o seu passado for perfeito, se você é uma pessoa bem resolvida – Que eu duvido, pois caso fosse, não iria esta entrando em um blog que tem o título ‘’ garoto em azul’’ – Título com pouco nexo – Trouxa ❤  viu, você não é normal migo(a). Eu não sou normal, nem a Lady Gaga. Quanto mais você. –  Foco, foco e foco menino. Mas agora tentando ser serio – Tentando, porque importa é tentar né- Eu já escolhi muitas vezes me lamentar pelo passado. Me lamentando por escolhas, me questionando os ‘’porquês’’. Talvez até me culpando até quando eu não tive culpa. Já estive em situações que pensei, ‘’pronto, fud*u, acabou, não tem mais jeito’’, mas no fim acabou que teve, estou aqui escrevendo. Na vida precisamos sair desse ‘’circulo’’ que vivemos do passado e seguir em frente, como diz meu amigo R.

Me conte uma coisa, quantas decepções você já teve!? seja com namorado (a) ou amigo. Lembra daquele namorado (a) migo(a), aquele(a) lá de anos atrás, que hoje não esta mais presente na sua vida, que te fez sofrer feito um animal – Pra não falar outra coisa – Então, pense nele AGORA, anda…………………………………………………Lá………………………………………………………………………………… Lá………………………………………………………………………………………………………………………Lá…………………………………………………………………….

Pensou!? então, o que sentiu!? N A D A. – Se sentiu pare de ler o texto, pois tal não serve pra você, vai pro Tumblr superar – Continuando… então, tudo nessa vida passa – Uva passa, parei – Pessoas novas chegaram, coisas novas aconteceram, seja lá, coisas boas ou ruins…ambos vão passar! Nada vai ser bom ou ruim para sempre e precisamos aceitar, isso é um fato. ACEITA! AAAHH. É bem difícil eu sei, passo por isso umas 375 vezes no ano, serio – Talvez não seja tão serio – Perguntem as pessoas que passaram e não estão mais na minha vida –  ou não –  Eu cago o tempo todo, depois limpo toda a situação, mas três dias depois cago de novo, e eu já aceitei,que sou um bobão cagão – traduzido para língua humana – Quanto mais eu tento consertar mais eu estrago, ou conserto depois estrago de novo – não se inspire em mim – Então aprendi que só o tempo, junto de bastante chocolate e musica, conserta. Essa junção conserta. eu prometo! tente, esquecer. O que passou, PASSOU! esta atrás.Não olhe para o que tem de ruim atrás de você, alias não olhe para trás, todos nós temos um passado ruim, até as Kardashians, acredite. Siga em frente levando do passado apenas lembranças boas. Você vai se sentir uma pessoa mais leve.

Mas lembrando… nunca deixe de viver o luto depois de uma perda, ele precisa ser sentido com toda intensidade, para que não fique vestígios, que você possa seguir em frente bem consigo mesmo, também não deixe de quebrar a cara, tem o lado bom; experiencia. Por fim, tente! e nunca deixe de tentar de novo e… de novo. Nada é certo, nada é para sempre.

 

Perdas…

Alguns dizem que é porque tem algo melhor por vir. Mas será mesmo? não será que as perdas não são consequências de nossos comportamentos? Eis a questão… Acredito que algo melhor só virá se corremos atrás do ”melhor” – Bom vai de fé por fé, cada um tem a sua – Mas independente disso, faça com que as coisas melhorem, procure soluções, não fique preso se perguntando o ”porque” – Algumas vezes a insistência em saber o ”porque” faz mau.

Eu já tive tantas perdas, tantas! namoro, ”amizades”, empregos…. Mas uma perda, uma grande perda que seja relevante dizer aqui, foi minha Vó. Isso sim pode ser considerada perda, a morte! Uma que sentimos que não vamos sobreviver diante de tamanha dor – Mas sobrevivemos, olha eu aqui o/  – O resto posso considerar que foram fases – fases, tipo aquelas de joguinhos de Mario sabe!?, fases que temos que passar para crescer – Fases que tenho ciente que nunca vão acabar, apenas no dia da minha morte – Bom… não vamos pensar nessa ultima fase 🙂 a fase temida pelas pessoas que tem prazer de viver!

Então se você está ai com o coração ”partido” por alguma perda… o que posso te dizer…IMG_0451

Então, coração partido não mata amigo (a) 😀 , não existe na verdade – exceto se alguém estraçalhar o seu, o que seria bem triste – Mas o que tem o poder de te matar são suas interpretações diante das perdas/problemas te levando a uma depressão bem intensa. Tudo está na sua cabeça e só você tem o controle. Então essa dorzinha que está ai no seu coraçãozinho não é nada mais que seu cérebro enviando uma informação para o corpo liberar uma dose extra da nossa ”adorável” adrenalina em situações de tristeza/estresse/ansiedade.

O que estou querendo dizer é… Vamos mudar a maneira de ver o mundo, as coisas… você vai ser mais feliz, eu prometo!

  • Garoto em azul

Rótulos

Já parou pra pensar em como as pessoas rotulam tudo? Quem definiu que rosa é pra menina e azul é pra menino? Que uma família deve ser construída por um homem e uma mulher – Ta sabemos que isso vem de uma historia bem antiga e longa – Pelo menos eu sei –  Mas que nem sempre foi assim como é, isso são construções do homem. Mas esse não é o foco – O foco é. tirar, queimar, apagar – sei la, que seja – estes rótulos.

Quando mais novo sofria muito por causa desses ”rótulos” – Considero muitas vezes certos rótulos como Bullying – Sim, quem nunca sofreu no ensino fundamental com preconceitos, seja la qual for, quem nunca foi rotulado!? ou já rotulou – Whatever. Se você que esta lendo esse post e pratica, sai dessa… Você não imagina o estrago que esta fazendo na vida desse sujeito – Não estou dizendo que sou uma pessoa estragada ok!? consegui superar – (Foco) o tanto que isso vai espelhar em sua vida no futuro. Certas brincadeiras parecem inofensivas, mas não é P*RRA! – Ta você pouco se importa com o futuro do ”sujeito” – Mas não se esqueça que vai ter uma família no futuro, que vai ser um pai ou uma mãe.

E pra você que sofre com esses rótulos/bulling, não reforce esse comportamento de tais indivíduos, porque quanto mais você se importar, se martirizar, mais você vai esta reforçando, pois é isso mesmo que eles querem. Então ligue o f*dass* e seja feliz, se ame mais, se dedique mais, faça a diferença com você mesmo e seja quem realmente quer ser, desligue aquele botãozinho ” ligar para o que as pessoas pensam ” – Esse botão existe? – Enfim… porque manter ele ligado só traz angustias pra você. Eu já me importei muito com a opinião alheia, hoje em dia nem tanto, e esse pouquinho que parei de me importar já fez muita diferença,

Então… seja quem você quer ser, fazendo a diferença!

  • Garoto em azul

O louco da mudança!

Andei sumido por uns dias… Aliás umas semanas sei lá… Um mês na verdade quase. “Sem inspiração?” NÃO! Sem tempo mesmo. ” Então o que trouxe de volta!? ” com esse feriado da semana das crianças – Que até hoje me mato pra tentar entender porque universitários tem uma semana de folga sendo que as próprias crianças não tem. Não, não , não estou reclamando, apenas uma observação critica – Mas continuando… Com o tempo em excesso que estou tendo nesse feriadão resolvi dá um time para fazer a melhor terapia de todas, escrever!

Hoje acordei com mais uma daquelas brilhantes ideias de mudanças  – Sim, mudar, tem coisa melhor!? Me sinto extremamente bem com isso. img_0007

A mudança da vez eu diria que é estética, física… Aah sei lá como chamá-la… Enfim, seja qual for não deixa de ser uma mudança- mas por favor, que seja boa e não prejudique a ninguém, nem a si próprio.

Bom… vou ser breve e direto nesse post.

Tentem adivinhar 😆 – Tá…o desenho a direita entrega que matava aula de artes no colégio. Mas tentei né!? Isso que importa 😁 tentar!

Mas acho que minha obra artística ficou clara, então… Isso aí, irei ficar ruivo – R.U.I.V.O não vermelho, existe uma pequena diferença entre esses tons – nem sei como se chama essa espécie de cabelo – Sim, como o Ed Sheeran, o nosso querido Rony Weasley, sim foram inspirações assim como a Maddu Magalhães – Ohh menina ❤

“Nossa, mas você é louco!? Sou!
…sou louco por mudanças!

-Garoto em Azul

Sábio aquele que inventou o termo “pagando língua”.

Já tive muitas escolhas erradas – Mas nunca soube que era errada até vir a decepção. Todos nós estamos propensos – se você nunca fez essas escolhas, pode ter certeza que você é mais errado que muitos erros por ai – fez sentido!? – Enfim, pois se diz que nunca errou é porque não reconhece o próprio erro, ninguém é perfeito, nunca vamos deixar de errar. Os erros são essenciais para crescermos, eu sou a pessoa mais errada que você poderia conhecer, sério, nossa como já errei e continuo a cada dia errando, mas aprendendo – pelo menos tento.

Houve um episódio em minha vida que hoje pego de lição pra nunca mais “julgar o livro pela capa” – certo é quem criou esse ditado, certíssimo eu diria, vivi na pele.
…12 de agosto, noite chuvosa, muito frio. Eu gripado – nossa, estava praticamente morrendo (conta uma novidade) – euforia entre os colegas na faculdade por causa de um trabalho em grupo que dura o semestre todo, para ser apresentado no final. Junção disso tudo? Eu prestes a ter um surto, sim, um surto – surtos: acontecem com muita frequência. Já tinha meu grupo formado, 7 pessoas. Todo grupo tem um tipo de indivíduo e o meu não era diferente, tinha a que aparentava certinha, intelectual que usava óculos – nossa como me enganei, D.E.U.S. Tinha aquela tipo o zangado do conto da branca de neve – nossa espero que ela não se identifique, nunca Por favor. Tinha também o estranho – Nossa hoje em dia ele é um grande amigo, desculpa por ter achado isso de você, aliás desculpe a todos, são meus amigos, diria grandes. E tinha eu, o mais charmoso, lindo, gos… Tá parei, não sou nada disso – Tá para, sou pelo menos um pouquinho haha. Não vou apontar meus defeitos e muito menos minhas qualidades, pois é difícil fazer isso né!? … FOCO!
05 minutos antes de acabar a aula de Psicopatologia resolvo chamar a mais calma do grupo pra conversar do lado de fora – Tinha medo da reação do ”zangado”, confesso. O que eu tinha pra falar era meio embaraçado – Não acreditava na capacidade daquele grupo – me julguem – Mudei pra outro grupo que no fim ficou com uma nota menor que do ” grupo que não tinha empenho” – Sim me ferrei com minhas escolhas.
Então, não julgue antes de conhecer profundamente, chega de estigmas porque as aparências enganam. Sabe qual é a maior lição de tudo!? Quando estive na pior esse “grupo sem empenho” que me acolheu, me deu forças. Sorte são aqueles que podem estar junto deles, hoje eu estou e a cada dia me apego mais aos momentos que passo com eles.
Sábio aquele que inventou o termo “pagando língua” – A vida é irônica né!?

Dê uma chance para mudanças…

Uma nova chance esta por vir, novas pessoas – Talvez, grandes novos amigos – novos horários… Quem sabe novos amores!? não consigo deixar despercebido minha ansiedade. Adoro mudanças!

Tive erros passados – ohh se tive – na verdade diria que fui feito de bobo – quem nunca foi!? se não … meus parabéns, você ganhou o Oscar de pessoa mais experiente e experta – Não me culpo, não culpo ninguém pois eu me deixei submeter, foram escolhas minhas, eu escolhi acreditar – acreditei porque sou meio iludido, na maioria das vezes tento enxergar só o lado bom das pessoas – e isso errado, muito errado, sábio aquele que criou o ditado ‘’ quem vê cara não vê coração – ohh como é sábio.

Levo como lição todos os meus erros, tento tirar o melhor deles – se é que é possível, mas tento – não me culpo, não me julgo porque passou sabe!? não vou me martirizar por bagagens passadas, tento ao máximo levar comigo – pro meu futuro – apenas lembranças boas, claro que não é possível esquecer as coisas ruins que aconteceram, mas não deixo que elas reflitam no meu futuro – não mesmo – Quero coisas novas – erros novos talvez, brincadeira! experiências novas, pessoas novas, amores novos, enfim… faço o possível para que minha rotina esteja em constante mudança, um pequeno novo habito sempre faz aquela diferença. Mesmo porque enjoa né!? todos os dias a mesma coisa…
Outra coisa que gosto muito de fazer é tentar mudar aquele pequeno habito que me incomoda, e é tao satisfatório quando consigo mudar, me faz bem, de certa forma melhora meu auto-estima, no inicio é chato – como é – convenhamos que nada no inicio é agradável né!? até nosso corpo acostumar… é fo**. mas tento e continuo tentando – com a ajuda do meu celular, claro… ‘’An? como assim com a ajuda do seu celular’’ assumo que meu telefone tem alarme até pra ir ao banheiro – ta brincadeira, exagerei – Mas ele tem alarmes para que eu nunca deixe de fazer tarefas do meu cotidiano – sim, sou uma pessoa que sofre de algum tipo de distúrbio de esquecimento – enfim, nada diagnosticado. haha

Então estou querendo dizer que, mude! tente pelo menos, comece hoje fazendo algo diferente, tente mudar algo pequeno que incomoda em você mesmo, talvez um habito – aquele lá de tirar a roupa e jogar no canto do quarto – quem nunca!? – assumo que ainda estou tentando mudar isso, mas… rs aconselho tentar também. Cair na rotina faz a gente se cansar, é bom sempre ter algo novo e diferente, Mas mude por você mesmo, não mude por ninguém – ao menos que essa mudança te faça bem. Pense diferente… Seja diferente…

Freio no prazer!

Seria tão bom se pudéssemos agir apenas pelo prazer e deixar pra lá a razão, imagina poder falar e fazer tudo que vier na cabeça sem nenhuma conseqüência negativa, sair socando ciclano se não for com a cara, imagina só ☺️ – nossa eu ia socar demais haha tá nem tanto. convenhamos que o mundo iria ser uma z*** , guerra após guerra – tá viajei feio com essa ideia – mas pensa… por um lado não iria existir magoa, rancor nem nada do tipo, porque iríamos descarregar ali mesmo tudo que estivéssemos sentindo – existem pessoas que não se privam disso, eu por exemplo, brincadeira… Tá as vezes vou pelo prazer, mas nunca prejudico a ninguém – ou pelo menos tento rs não sou perfeito – na maioria das vezes saio prejudicando a mim mesmo – juro que tento ao máximo não agir assim, assumo que quando mais novo 80% de situações em que vivia – fim de namoros por exemplo – eu ia pelo prazer – e cá entre nós, fazia cada merda, hoje em dia nem tanto.

Em várias situações já deixei de falar tudo que precisava falar – Sim já levei muito desaforo para casa – apenas chorei ou ouvi – quando chegava em casa que começava a pensar ” nossa eu deveria ter dito isso e feito aquilo” – quem nunca!?

As vezes tinha vontade de ser aquelas pessoas loucas sabe, que sai socando, xingando fazendo maior barraco sem ao menos se importar com o ambiente e as pessoas ao seu redor – Mas não, então penso antes de fazer e mesmo porque sou meio ‘’covarde’’ pra esse tipo de situação – morro de medo- enfim.. pergunte pra essas pessoas como fica seu psique depois de tamanho barraco!? esse tipo com o passar do tempo tende a ficar com a consciência pesada, sentir dor e arrependimentos, tem coisa pior!? Então prefiro continuar sendo assim, racional pensando antes de fazer ( ou pelo menos tentando ) – E não indo apenas pelo prazer, pois todas as atitudes que temos junto dela vem uma resposta sendo ela positiva ou negativa – TUDO. tudo tem seu preço…

Recomeço as vezes é preciso.

Recomeços, quem disse que não é possível recomeçar depois de um grande erro? – É difícil claro, mas não impossível. Basta ter a vontade de mudar.

Sempre há dois caminhos para todas as nossas decisões na vida, A e B, com consequências boas e ruins – Talvez tenha uma C, D sei lá, mas ai torna tudo mais difícil de se escolher né gente, então pelo amor de Deus não queira isso – E o pior de tudo é que nunca vem com uma plaquinha de indicação.

As vezes escolho o B em vez de escolher o certo que era o A – Só sei que o certo era o A pois as consequências da escolha B não foram as que eu esperava – ta ficou confuso – enfim:
O primeiro passo para recomeçar é reconhecer que errou – E por favor sem repetições ok!? Segundo, se desapegando de tudo aquilo te faz mal seja um vicio, objeto, pessoa, animal, comida – sei lá, enfim desapegue do que te faz mal.
Terceiro, mude sua rotina, é sempre bom conhecer e fazer coisas novas, novos lugares, novas pessoas, até mesmo novos horários e hábitos – experiência própria.
e por ultimo, aceite que a vida continua, o tempo passa e você pode perder muito por ficar preso aos erros do passado, passou! não tem mais porque reviver, não tem como voltar e consertar, então pra que se agonizar por algo sem volta? qual o sentido? – apenas se você gostar de sentir dor, ser masoquista sei la, vai saber. Então desapegue do lixo passado. E ‘’viva la vida’’ e pense além!

– Garoto em Azul

08 de Agosto…

Mal podia esperar para o meu primeiro dia de aula na universidade – ênfase no “universidade” por favor – é tipo um sonho, desde os 16 anos, época do colegial idealizo esse tão esperado dia – E ele chegou – mal dormi noite passada, pensando em como iria ser minha nova rotina de U.N.I.V.E.R.S.I.T.A.R.I.O – pensa, HÁ.

Passei parte do meu ensino fundamental pensando ” o que quero estudar?” Duvida que agoniza maior parte dos jovens, adolescentes e talvez até crianças – sei lá – só sei que me agonizava… Muito!
Quando criança pensei em ser cantor – sim, cantor nem sei cantar, mas queria, e o que tem!? existia auto-tune.
Quando adolescente tive a frustração/decepção de perceber que não cantava – que iria conseguir só performances no banheiro, que meu palco seria o meu box – superei. Comecei a ter uma paixão por jalecos, queria ser dentista ou médico talvez até enfermeiro. Fiquei um bom tempo – tempo até demais eu diria – com essa ideia. Mas aí percebi que não gostava nada de anatomia, que minha paixão era mesmo só o jaleco branco – superei de novo, quantas superações. Mas não parava por aí. Tinha muitos sonhos como qualquer garoto, sonhos absurdos – nossa como eram – não que hoje em dia ainda não tenho, mas me contenho em expô-los – Pelo menos tento, para não parecer estranho.
Foco,foco, foco – em mim claro, ok, parei HAHA – vou falar sobre mim – coisa que adoro, como adoro ahh como gosto de falar das minhas decepções, medos e conquistas, claro. acredito que depois de toda decepção vem uma conquista ou aprendizagem ou ambos – também pode acontecer- a cada decepção o ser humano cresce um pouquinho por dentro, elas fazem parte, sempre vão fazer para que possamos crescer e continuar. Se a dor não existisse não seríamos quem somos, acredito que apáticos no máximo. Sentir a dor nos mostra que estamos vivos e que se está sentindo é porque está aprendendo com o erro, que está arrependido – que não repita por favor, pelo menos tente – Eu sou prova viva da minha própria teoria – e sou prova viva de repetições de erro, não me julgue, não sou único. Todo mundo erra, mesmo que o erro seja repetido 1,2 ou 3, 4 quem sabe?! Mas uma hora aprende – Ahhh como aprende.

– Garoto em Azul